Sistema de autogestão de jornada previsto em norma coletiva é válido